ATENDIMENTO AO CLIENTE 19 3957.7302

Ransomware: o que é e quais os riscos!

TI

Os Ransomwares podem ser softwares bem maliciosos e extremamente danoso às informações de sua empresa.

Com o avanço tecnológico, o jeito de espionarem, roubarem ou danificarem as nossas informações também evoluiu. Com os diversos tipos de malwares que existem, há diversos crackers navegando nas redes com o objetivo de infectar computadores para obter ou apagar dados de alguém, seja de pessoa física ou jurídica, o que faz as empresas estarem constantemente atualizando seus equipamentos e se protegendo, com firewalls e antivírus, dessas ameaças.

No post de hoje da WPS falaremos um pouquinho mais sobre esses arquivos ou programas que podem infectar os nossos computadores, mais especificamente do Ransomware, que o seu uso vem crescendo a cada dia e já foi, inclusive, emitido um alerta das autoridades sobre o seu perigo.

O que é Ransomware?

Antes de começarmos a falar um pouco mais sobre esse tipo de malware, é essencial estabelecermos a importância dos nossos dados e informações.

Com o grande avanço da tecnologia, utilizamos muito mais os meios virtuais para guardar nossas informações do que os físicos. Seja para comprar alguma coisa, enviar um e-mail ou até mesmo abrir uma conta em banco, dados como o nome completo, RG, CPF, dentre outros, ficam registrados em bancos de dados seguros virtualmente, pois são considerados muito valiosos. Algumas pesquisas realizadas por especialistas, por exemplo, colocam as nossas informações como um dos bens mais valiosos do mundo.

No entanto, mesmo que elas fiquem em um servidor totalmente protegido, também ficam gravadas em nossos dispositivos como computadores, celulares e, em caso de empresas em seu servidor que, se não for tão bem protegido com os firewalls, estão comprometidos e sujeitos a serem invadidos.

Diante dos vírus e malwares espalhados por crackers e hackers em toda a internet, existem diversos deles que são feitos para dar acesso ao servidor, roubar ou apagar alguma informação da empresa invadida ou da pessoa que caiu no golpe. Alguns deles são enviados através de spam, instalados no computador através de dispositivos, entre outros.

O Ransomware, por outro lado, é um pouco diferente desses citados acima. Tendo surgido ainda na década de 1980, esse vírus, como o próprio nome diz, é um software que é utilizado para sequestrar o computador, bloqueando o acesso das pessoas àquele dispositivo, para exigir alguma quantia em dinheiro ou moeda virtual, geralmente bitcoins, para liberar o acesso. Funciona como um sequestro físico, mas ao invés de pessoas, os crackers sequestram as informações das empresas.

Como esse vírus pode se propagar?

Assim como diversos malwares, o Ransomware é um vírus que se propaga e infecta o computador das pessoas através de e-mails, sites maliciosos, instalação de aplicativos vulneráveis e até links que contém o vírus e são enviados através das redes sociais, como o Twitter, Facebook, entre outras.

Para isso, o cracker que estiver enviando desenvolve um tipo de engenharia social, um argumento, uma mensagem, utilizando a pior arma para conseguir essa façanha, a confiança humana, que pode ser convencida a clicar no link e ter o seu computador, celular ou outro dispositivo, infectado pelo vírus.

Há um dos tipos desse vírus, por exemplo, de origem brasileira, que tenta convencer a pessoa de que o seu adobe flash está desatualizado e, quando ela clicar no link para atualizar, sequestra todos os seus dados.

Qual é o Ransomware mais perigoso e como você pode se proteger deles?

As autoridades, como o FBI, alertam para um tipo de software malicioso que é conhecido como MISIL/Samas e ele não infecta apenas um computador, mas todos da rede em que ele estiver conectado, o que é ainda pior para as empresas que tem diversas informações gravadas em seus servidores e computadores.

Para se proteger desse vírus é muito importante que você instale um bom firewall nos seus equipamentos e mantenham os seus dispositivos sempre atualizados para manter a segurança e a integridade de suas informações e principalmente não acessar sites maliciosos ou clicar em links de spams.

Equipe WPS

Post a comment