ATENDIMENTO AO CLIENTE 19 3229.8580 - 19 2139.7866 - 19 2139.7868 / 19 3112.2023 / 19 3112.2024

Tudo sobre cabeamento estruturado e sua importância!

Infraestrutura
cabeamento estruturado

Revelamos os principais motivos pelos quais as empresas não devem abrir mão do cabeamento estruturado

Cabeamento estruturado em uma empresa significa planejamento e, como todo mundo sabe, planejamento se traduz em economia. É isso mesmo: investir em um serviço de cabeamento estruturado proporciona uma série de vantagens. Se até hoje você não conhecia os motivos pelos quais as empresas não devem abrir mão do cabeamento estruturado, fique tranquilo, pois trouxemos dados valiosos. Com as informações certas, sua empresa dará um passo a frente perante a concorrência. Vamos começar pela pergunta que todo mundo faz ao ouvir o termo pela primeira vez…

O que é cabeamento estruturado?

O cabeamento estruturado consiste em um método para cabear a rede de forma padronizada, considerando as melhores práticas e aproveitamento de recursos dos equipamentos, além de respeitar normas de segurança. O objetivo é integrar cabos, conectores e dispositivos e garantir flexibilidade que proporciona uma ampla capacidade de crescimento.

O sistema de cabeamento estruturado envolve os cabos de integração de serviços (dados e telecomunicações) que passam por instalações do ambiente (como sala de equipamentos, por exemplo), permitindo que pontos distintos se comuniquem. O cabeamento permite que os pontos de rede estejam nos locais adequados. Nem sempre eles estarão ativos, mas, assim que seu uso for necessário, ele pode ser utilizado com mais praticidade.

Mas, e se o cabeamento estruturado não existisse? Certamente, ao chegar em uma empresa de grande porte, estaríamos tropeçando em fios expostos por todos os lugares. Imagine a bagunça, sem falar na poluição visual, que traz um aspecto de desorganização!

Investimento x benefícios?

Você sabia que 70% dos problemas com a rede são decorrentes do cabeamento (Real Decisions Institute; Furukawa)? É por isso que o planejamento minimiza gastos desnecessários e te faz economizar. Assim, como o Site Survey faz toda a diferença em redes sem fio, na hora de planejar a implantação do cabeamento estruturado é preciso considerar a extensão do cabeamento, possíveis interferências eletromagnéticas, necessidade de instalar redes locais virtuais ou não, entre outros detalhes.

Escolha o cabeamento estruturado se você quer:

  • Aumentar a performance de rede
  • Reduzir problemas como congestionamentos
  • Estabilizar as taxas de transmissão
  • Diminuir a incidência de erros

Achou pouco? Tem mais! A padronização do sistema simplifica a gestão de infraestrutura, facilita a integração de aplicações (dados, voz e imagem) e proporciona melhoria contínua para integração de novas tecnologias.

Na hora de implementar…

Volte sua atenção para a rede elétrica que deve ser dedicada e suportar todos os equipamentos ligados ao cabeamento estruturado. O aterramento deve fornecer toda a segurança necessária, de acordo com a ABNT. A qualidade da equipe de profissionais que fará o serviço, assim como dos produtos utilizados, deve ser avaliada com muito critério, com a finalidade de evitar surpresas desagradáveis.

Principais normas físicas para cabeamento estruturado

Criadas em sua maioria por institutos e associações internacionais, essas são as principais normas que definem limites e requisitos para o funcionamento adequado:

TIA/EIA-568-C.0 – Generic Telecommunications Cabling for Customer Premises;

TIA 569-B – Commercial Building Standard for Telecommunications Pathways and Spaces;

ANSI/TIA-606-A – Administration Standard for Commercial Telecommunications Infrastructure;

ANSI/TIA-607-B – Telecommunications Grounding (Earthing) and Bonding for Customer Premises;

ANSI/TIA-758-A – Customer-Owned Outside Plant Telecommunications Infrastructure Standard;

ANSI/TIA-862 – Building Automation Systems Cabling Standard for Commercial Buildings;

ANSI/TIA/EIA-1005 – Telecommunications Infrastructure Standard for Industrial Premises;

TIA-942 – Telecommunications Infrastructure Standard for Data Center;

IEEE-100BASE-TX – Fast Ethernet;

TIA/EIA-568-C.3 – Optical Fiber Cabling Components Standard.

Escolhendo o tipo de cabo:

Os cabos trançados são utilizados mais frequentemente (e há muitos anos) para implementação de redes. Possuem um custo mais acessível e sua aquisição sob medida é mais fácil. Os profissionais possuem mais familiaridade com este tipo.

Já o cabo de fibra óptica foi projetado para atender as novas tecnologias, além de ser livre de interferências eletromagnéticas. Outra vantagem atrativa é a alta taxa de transferência de dados, porém, seu custo é mais alto e exige mão de obra mais especializada. Avalie sua demanda e as possibilidades da empresa para decidir com propriedade.

O importante é dizer adeus ao emaranhado de fios e olá à redução de erros e otimização dos trabalhos. Fique à vontade para entrar em contato com a equipe da WPS e solicitar mais informações.

Equipe WPS

Post a comment